O Olhar Político para o Futebol em seu Período de Profissionalização: Um Estudo Comparado dos Casos do Brasil (1933-1941) e da Colômbia (1948-1954)

Eduardo de Souza Gomes

Resumo


Este trabalho tem por objetivo a investigação dos processos de profissionalização do futebol ocorridos no Brasil (1933-1941) e na Colômbia (1948-1954), assim como seus efeitos políticos e sociais em cada caso. Tendo em vista que esses processos ocorreram em importantes momentos políticos, tanto no Brasil quanto na Colômbia, entender os usos do futebol e do esporte pelos governos do período é um fértil caminho para se compreender os países que aqui são estudados.  Assim, buscaremos demonstrar que as relações entre esporte e política nos períodos analisados, foram fundamentais no processo de popularização do futebol nos dois países, de forma que o consolidasse como sinônimo de identidade para brasileiros e colombianos.


Palavras-chave


Futebol; Profissionalização; Política; Brasil; Colômbia.

Referências


ÁNGEL URREGO, Miguel. Intelectuales, Estado y nación en Colombia: de la Guerra de los Mil días a la constituición de 1991. Bogotá: Siglo del Hombre Editores, 2002.

BARROS, José D’Assunção. História Comparada. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

BOOTH, Douglas. Comparasion: expanding the evidence. In: _______. The field: truth and fiction in sport history. New York: Routledge, 2005, p. 127-242.

BUSHNELL, David. Colombia: una nación a pesar de si misma – nuestra historia desde los tempos pré-colombianos hasta hoy. Bogotá: Planeta, 2012.

DRUMOND, Maurício. Estado Novo e esporte: a política e o esporte em Getúlio Vargas e Oliveira Salazar (1930-1945). Rio de Janeiro: 7Letras, 2014.

_____________. O esporte como política de Estado: Vargas. In: DEL PRIORE, Mary; MELO, Victor (orgs.). História do esporte no Brasil: do império aos dias atuais. São Paulo: Ed. UNESP, 2009, p. 213-244.

_____________. Nações em jogo: esporte e propaganda política em Vargas e Perón. Rio de Janeiro: Apicuri, 2008.

_____________. Os gramados do Catete: futebol e política na Era Vargas (1930-1945). In: SILVA, Francisco Carlos Teixeira da; SANTOS, Ricardo Pinto dos (orgs.). Memória social dos esportes: futebol e política: a construção de uma identidade nacional. Rio de Janeiro: Mauad, 2006, p. 107-132.

GOMES, Ângela Maria de Castro. A invenção do trabalhismo. Rio de Janeiro: Vértice, 1988.

GOMES, Eduardo de Souza. Futebol às avessas: a profissionalização do futebol colombiano e a participação da seleção nacional no Campeonato Sul-Americano de 1949. Recorde: Revista de História do Esporte, Rio de Janeiro, v. 8, n. 2, p. 1-23, 2015.

_____________. El Dorado: os efeitos do profissionalismo no futebol colombiano (1948-1951). Rio de Janeiro: Multifoco, 2014a.

_____________. O Brasil na Copa do Mundo de futebol de 1934: tensões entre amadorismo e profissionalismo e os efeitos do fracasso do scratch nacional. Revista Contemporânea, Niterói, v. 2, n. 4, p. 1-29, 2014b.

GOMES, Eduardo de Souza; PINHEIRO, Caio Lucas Morais. Olhares para a profissionalização do futebol: análises plurais. Rio de Janeiro: Multifoco, 2015.

HYLTON, Forrest. A Revolução colombiana. São Paulo: Ed. Unesp, 2010.

MALAIA, João. Revolução Vascaína: a profissionalização do futebol e a inserção sócio-econômica de negros e portugueses na cidade do Rio de Janeiro (1915-1934). 2010. 501 f. Tese (Doutorado em História Econômica) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

MELO, Victor Andrade de. Escola Nacional de Educação Física e Desportos: uma possível história. 1996. 207 f. Ddissertação (Mestrado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Universidade de Campinas, Campinas, SP, 1996.

MELO, Victor; DRUMOND, Maurício; FORTES, Rafael; MALAIA, João. Pesquisa histórica e história do esporte. Rio de Janeiro: 7Letras, 2013.

MORAES, Hugo da Silva. Jogadas Insólitas: amadorismo e processo de profissionalização do futebol carioca (1922-1924). Rio de Janeiro: Multifoco, 2014.

NAPOLEÃO, Antônio Carlos. História das Ligas e Federações do Rio de Janeiro (1905-1941). In: SILVA, Francisco Carlos Teixeira da; SANTOS, Ricardo Pinto dos (orgs.). Memória social dos esportes: futebol e política: a construção de uma identidade nacional. Rio de Janeiro: Mauad, 2006, p. 81-105.

PARADA, Maurício. Educando corpos e criando a nação: cerimônias cívicas e práticas disciplinares no Estado Novo. Rio de Janeiro: Apicuri, 2009.

QUITIÁN ROLDÁN, David Leonardo. Deporte y modernidad en Colombia: una historia en clave de violencia. In: MELO, Victor Andrade (org.). O esporte no cenário ibero-americano. Rio de Janeiro: 7Letras, 2015a, p. 27-37.

_____________. Del invento inglés al criollismo patrio: el desarrollo del fútbol en Colombia. In: GOMES, Eduardo de Souza; PINHEIRO, Caio Lucas Morais (orgs.). Olhares para a profissionalização do futebol: análises plurais. Rio de Janeiro: Multifoco, 2015b, p. 295-316.

RACINES, Rafael Jaramillo. El fútbol de El Dorado: “El punto de inflexión que marcó la rápida evolución del ‘amaterismo’ al ‘profesionalismo’. Revista da ALESDE, Curitiba, v. 1, n. 1, p. 111-128, 2011.

RAMÍREZ, Alberto Galvis. 100 años de fútbol en Colombia. Bogotá: Planeta, 2008.

RODRIGUES FILHO, Mario. O negro no futebol brasileiro. Rio de Janeiro: Mauad, 2003.

SOUZA, Denaldo Alchorne de. O Brasil entra em campo: construções e reconstruções da identidade nacional (1930-1947). São Paulo: Annablume, 2008.

WEBER, Max. A nação. In: Ensaios de Sociologia. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1982, p. 201-210.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review e-ISSN: 2316-932X
Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP, (Brasil). 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.