Estudo da Relação entre os Rankings Formados pela Confederação Brasileira de Futebol e Indicadores Econômico-Financeiros dos Clubes de Futebol Brasileiros

Cleston Alexandre dos Santos, Andréia Carpes Dani, Nelson Hein

Resumo


Os clubes de futebol brasileiros são cobrados para terem bons resultados dentro e fora do campo, o que faz necessário conseguirem vitórias e títulos, como também terem lucros contínuos e crescentes, e consequentemente, estabilidade econômico-financeira. O objetivo deste estudo é analisar a relação entre os rankings formados pela Confederação Brasileira de Futebol e indicadores econômico-financeiros dos clubes de futebol brasileiros. A população e a amostra deste estudo é composta clubes de futebol brasileiros das séries A, B e C, vinculados a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e que publicaram suas demonstrações contábeis no período de 2014. Para análise dos dados utilizou-se o método multicritério para tomada de decisão VIKOR e correlação de Kendall, aplicada na amostra de 36 clubes. Os resultados desta pesquisa mostram que a maioria dos clubes de futebol brasileiros tem liquidez insuficiente, não tendo condições de arcar seus compromissos, alta dependência de recursos de terceiros e rentabilidade negativa. Foi constatado também que os clubes de futebol, exceto o Botafogo, ocupam posições diferentes nos rankings da CBF e econômico-financeiros, este último elaborado por meio da técnica VIKOR.  A correlação de Kendall demonstrou que não há correlação e significância entre os rankings, apoiando a ideia de que não há relação entre os rankings formados pela CBF e indicadores econômico-financeiros dos clubes de futebol brasileiros.


Palavras-chave


Ranking CBF; Indicadores Econômico-Financeiros; VIKOR.

Referências


Ansoff, I. H. (1997). Estratégia empresarial. São Paulo: Atlas.

Assaf Neto, A.(2010). Estrutura de análise de balanços: um enfoque econômico-financeiro. (9. ed.). São Paulo: Atlas.

Barros, C. P., Assaf, A., & Sá-Earp, F. (2010). Brazilian football league technical efficiency: A Simar and Wilson approach. Journal of Sports Economics, 11(6), 641-651.

Barros, C. P., & Garcia-Del-Barrio, P. (2011). Productivity drivers and market dynamics in the Spanish first division football league. Journal of Productivity Analysis, 35(1), 5-13.

Brasil. Lei 9.615 de 24 de Março de 1998. Institui normas gerais sobre desporto e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2015.

Brasil. Lei 12.395 de 16 de Março de 2011. Altera as leis 9.615, de 24 de Março de 1998, que institui normas gerais sobre desporto, e 10,891, de 09 de Julho de 2004, que institui a Bolsa Atleta; cria os Programas Atleta Pódio e Cidade Esportiva; Revoga a lei 6.354, de 02 de Setembro de 1976. Brasília, DF. Disponível em: < http://www.planalto. gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12395.htm >. Acesso em: 10 dez. 2015.

CBF – Confederação brasileira de futebol. Ranking de nacional de clubes em 2014. Disponível em < http://www.cbf.com.br/noticias/empty/veja-o-ranking-nacional-de-clubes-e-federacoes-2014#.Vo64lBUrLIU>. Acesso em 25 de outubro de 2015.

Cooper, D., & Schindler, P. S. (2003). Métodos de pesquisa em administração. (7 ed.). Porto Alegre, Bookman.

Costa Pereira, A. G., Brunozi Júnior; A. C., Kronbauer, C. A., & Abrantes, L. A. (2015). Eficiência técnica e desempenho econômico-financeiro dos clubes de futebol brasileiros. Reuna,. 20(2), 115-138.

Damascena, L. G., & Paulo, E. (2013). Pareceres de auditoria: um estudo das ressalvas e parágrafos de ênfase constantes nas demonstrações contábeis das companhias abertas brasileiras. Revista Universo Contábil, 9(3), 104-127.

Dantas, M. G. S., & Boente, D. R. (2011). A eficiência financeira e esportiva dos maiores clubes de futebol europeus utilizando a análise envoltória de dados. Revista de Contabilidade e Organizações, 5(13), 75-90.

Dantas, M. G. S. D. (2013). Fatores determinantes da eficiência financeira e esportiva de clubes de futebol do Brasil. 2013. 95 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Programa Multiinstitucional e inter-regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis UnB, UFPB, UFRN. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

Dantas, M. G. S., Machado, M. A. V., & Macedo, M. A. S. (2015). Fatores determinantes da eficiência dos clubes de futebol do Brasil. Advances in Scientific and Applied Accounting, 8(1), 113-132.

Espitia-Escuer, M., & García-Cebrián, L. I. (2010). Measurement of the efficiency of football teams in the Champions League. Managerial Decision Economics, 31(6), 373–386.

García-Sánchez, I. M. (2007). Efficiency and effectiveness of Spanish football teams: a threestage-DEA approach. Central European Journal of Operations Research, 15(1), 21-45.

Guzmán, I., & Morrow, S. (2007). Measuring efficiency and productivity in professional football teams: evidence from the English Premier League. Central European Journal of Operations Research, 15(4), 309-328.

Halkos, G., & Tzeremes, N. (2013). A Two-Stage Double Bootstrap DEA: The Case of the Top 25 European Football Clubs’ Efficiency Levels. Managerial and Decision Economics, 34(2), 108-115.

Kendall, M. G. (1970). Rank correlation methods. London: Griffin.

Kern, A., Schwarzmann, M., & Wiedenegger, A. (2012). Measuring the efficiency of English Premier League football. Sport, Business and Management: an International Journal. 2(3), 177-195.

Leoncini, M. P., & Silva, M. T. (2005). Entendendo o futebol como negócio: um estudo exploratório. Gestão e produção, 12(1), 11-23.

Matarazzo, D. C. (2010). Análise financeira de balanços: abordagem gerencial. (7 ed.). São Paulo: Atlas.

Neely, A. D., Gregory, M. J., & Platts, K. W. (1995). Performance measurement system design: a literature review and research agenda. International Journal of Operations & Production Management, 15(4), 80-116.

Normas Brasileiras de Contabilidade. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2015.

______.NBC ITG 2003. Entidade Desportiva Profissional. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2015.

______. NBC T 10.13. Dos aspectos contábeis específicos em entidades desportivas profissionais. Disponível em:. Acesso em: 10 dez. 2015.

Opricovic, S, & Tzeng, G.H. (2004). Compromise solution by MCDM methods: A comparative analysis of VIKOR and TOPSIS. European Journal of Operational Research, 156(2), 445-455.

Opricovic, S., & Tzeng, G. (2007). Extended VIKOR method in comparison with outranking methods. European Journal of Operational Research, 178(2), 514-529.

Pereira, C. A., Rezende, A.J., Corrar, L.J., & Lima, E.M. (2004). A Gestão Estratégica de Clubes de Futebol: Uma Análise entre Performance Esportiva e Resultado Operacional. In: Congresso de controladoria e contabilidade da USP, 4, São Paulo. Anais...São Paulo.

Pletsch, C. S., Dal Magro, C. B., Da Silva, A. L. I. N. I. & Lavarda, C. E. F. (2014). Estratégias organizacionais e desempenho econômico-financeiro de empresas brasileiras. In: XVII SEMEAD - Seminários em Administração, 17, Anais... São Paulo.

PNUD – Programa das nações unidas para o desenvolvimento. Índice de Desenvolvimento Humano. Disponível em . Acesso em 26 de outubro de 2015.

Rezende, A. J., Dalmácio, F. Z., & Salgado, A. L. (2010). Nível de disclosure das atividades operacionais, econômicas e financeiras dos clubes brasileiros. Contabilidade, Gestão e Governança, 13(2), 36-50.

Ross, S. A., Westerfield, R. W., & Jaffe, J. F. (2002). Administração financeira: Corporate Finance. São Paulo: Atlas.

Silva, J. A. F., & Carvalo, F. A. A. (2009). Evidenciação e desempenho em organizações desportivas: um estudo empírico sobre clubes de futebol. Revista de Contabilidade e Organizações, 3(6), 96-116.

Soriano, F. (2010). A bola não entra por acaso - estratégias inovadoras de gestão inspiradas no mundo do futebol. São Paulo: Larousse.

Tzeng, G.H., Lin, C.W., & Opricovic, S. (2005). Multi-criteria analysis of alternative-fuel buses for public transportation. Energy Policy, 33(11), 1373-1383.

Westerbeek, H., & Smith, A. (2003). Sports Business in the Global Market Place, New York: Palgrave Macmillan.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review e-ISSN: 2316-932X
Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP, (Brasil). 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.