Disclosure em Demonstrações Financeiras: Um Estudo Sobre o Nível de Evidenciação Contábil de Clubes de Futebol brasileiros

Alyson Gomes de Souza, Wellington Dantas de Sousa, João Carlos Hipólito Bernardes do Nascimento, Juliana Reis Bernardes

Resumo


A presente pesquisa buscou analisar a aderência, à resolução CFC n° 1.429/13 na elaboração e evidenciação das Demonstrações Contábeis por clubes brasileiros. Foi utilizado checklist inspirado em Raschka, Wallner e Costa (2008) para análise dessa aderência no exercício de 2013. A título de resultados, notou-se a falta de uniformidade na apresentação das Demonstrações Contábeis pelos clubes de futebol devido a não observância aos preceitos estabelecidos na norma vigente, dificultando a interpretação dos registros contábeis e avaliação do patrimônio dos clubes de futebol. Essa falta de padronização às práticas contábeis em conformidade à NBC ITG 2003 dificulta a interpretação dos registros contábeis e avaliação do patrimônio das entidades de futebol, aumentando os riscos de uma decisão errada quanto à compra, venda ou formação de jogadores, decisões que afetam a vida financeira do clube, além de criar barreiras para a atração de investidores, uma vez que estes não podem verificar com clareza a situação do clube e calcular o retorno de investimento. Tendo em vista a relevância econômica, cultural e social dos clubes de futebol, o presente estudo contribui sobremaneira para o desenvolvimento de uma discussão sobre o nível de disclosure contábil praticado pelos clubes, dado que este novo padrão de conduta busca maximizar o nível de evidenciação contábil como requisito para mudanças de comportamento dos dirigentes e o desenvolvimento organizacional, econômico e financeiro das entidades desportivas.

Palavras-chave


Disclosure; Clubes de futebol; Resolução CFC 1.429/2013; NBC ITG 2003

Referências


Angonese, R., Fank, O. L., Oliveira, C. R. & Bezerra, F. A. (2013).

Divulgação de informações voluntárias na internet como determinante do custo do capital de terceiros. Periódicos UEM – Paraná, v. 32, n. 3, p.57-71, set./dez.

Araújo, S. F., & BUESA, N. Y. (2012). Contabilidade esportiva: a adoção da Resolução n° 1.005/2004 nos clubes paulistas de futebol profissional. Revista Eletrônica Gestão e Negócios, v. 3, n. 1, 2012.

Brasil (1964). Decreto nº 53.820, de 24 de Março de 1964. Dispõe sobre a profissão de atleta de futebol, disciplina sua participação nas partidas e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 1° out. 2014.

Brito, A. R., Aragaki, C., & Ishikura, E. R. (2005). Custo de formação de atletas em clubes de futebol em face à Resolução nº 1005/04 do Conselho de Contabilidade. Boletim CRCSP, São Paulo, n. 156, set. Disponível em: . Acesso em: 9 out. 2014.

Cervo, A. L.,, & Bervian, P. A. (2002). Metodologia Científica. 5 ed. São Paulo: Prentice Hall.

Colauto, R. D., & Beuren, I. M. (2006). Coleta, Análise e interpretação dos dados. In: BEUREN, Ilse Maria (Coord.). Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: Teoria e prática. 3 ed. São Paulo: Atlas.

Conselho Federal de Contabilidade (CFC) (2004). Resolução CFC n° 1.005, de 17 de setembro de 2004. Aprova a NBC T 10.13 – Dos Aspectos Contábeis Específicos em Entidades Desportivas Profissionais. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2014.

_________. (2013). Resolução CFC n° 1.429, de 25 de janeiro de 2013. Aprova a ITG 2003 – Entidade Desportiva Profissional. Disponível em: . Acesso em: 17 fev. 2014.

Cunha, J. V. A., & Ribeiro, M. S. (2008). Divulgação voluntária de informações de natureza social: um estudo nas empresas brasileiras. RAUSP-e. – Revista de Administração Eletrônica, São Paulo, v.1, n.1, art.6, jan./jun.

Dantas, J. A., Zendersky, H. C., & Niyama, J. K. (2005) A dualidade entre os benefícios do disclosure e a relutância das organizações em aumentar o grau de evidenciação. Revista Economia & Gestão. Belo Horizonte, v. 5, n. 11, p. 56-76, dez.

Ferreira, A. C. (2013). A evidenciação contábil dos ativos intangíveis em clubes de futebol: um estudo feito nas Demonstrações Contábeis do Sport Club Corinthians Paulista. 53 p. Monografia (Graduação em Ciências Contábeis). Autarquia Educacional do Vale do São Francisco – AEVSF/ Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina – FACAPE, Petrolina.

Ferreira, A. C., & Donato, S. V. (2014). A evidenciação contábil dos ativos intangíveis em clubes de futebol: um estudo feito nas Demonstrações Contábeis do Sport Club Corinthians Paulista. In: IX Convenção dos Contabilistas de Pernambuco. Anais... Olinda, 10.

Frey, M. R. (2009). Estrutura das normas brasileiras de contabilidade. Santa Cruz do Sul, 2009. Disponível em: . Acesso em: 24 out. 2014.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed. São Paulo: Atlas.

Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense (2014). Demonstrações contábeis acompanhadas do relatório dos auditores independentes. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2014.

Healy, P. M., & Palepu, K. G. (2001). Information asymmetry, corporate disclosure, and the capital markets: a review of the empirical disclosure literature. Journal of Accounting and Economics, v. 31, p. 405-440.

Hendriksen, Eldon S., & Breda, Michael F. Van (1999). Teoria da contabilidade. Tradução da 5 ed. Americana por Antonio Zoratto Sanvicente. São Paulo: Atlas.

Holanda, A. P., de Meneses, A. F., Mapurunga, P. V. R., & De Luca, M. M. M. Incentivos econômicos do nível de disclosure contábil dos clubes de futebol profissional brasileiros. In: 11º Congresso USP de Controladoria e Contabilidade. Anais... São Paulo, 28 e 29 jul. 2011.

Kuhn, A., & Leite, R. M. (2014). Demonstrações contábeis dos clubes de futebol do Estado do Paraná segundo a Resolução CFC n° 1.429/13. Disponível em: . Acesso em: 11 out. 2014.

Leite, D. U., & Pinheiro, L. E. T. (2012). Disclosure de Ativo Intangível: um estudo dos clubes de futebol brasileiros. In: III Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis - AdCont, Anais... Rio de Janeiro, 9 a 11 out. 2012.

Magalhães, F. R. ; Ferreira, A. C. S. ; Santos, C. A. L.; & Nascimento, J. C. H. B. (2014). Internet Financial Reporting no Setor Público: Um Contributo ao Desenvolvimento de um Quadro Teórico Abrangente.

RBC: Revista Brasileira de Contabilidade, v. 203, p. 44-59, 2013.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2008). Metodologia científica. 5 ed. 2 reimpr. São Paulo: Atlas.

Naime, R. (2012). Teorias da evidenciação sócio-ambiental. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2014.

Perruci, F. F. (2006). Clube-empresa: o modelo brasileiro para transformação dos clubes de futebol em sociedades empresárias. 2006. 288 p. Dissertação (Mestrado em Direito) – Faculdade de Direito Milton Campos, Minas Gerais.

Raschka, I. M., Wallner, R. J. G., & Costa, K. B. (2008). Contabilidade esportiva: um estudo sobre a evidenciação das Demonstrações Contábeis dos clubes paulistas de futebol. Disponível em Acesso em: 10 out. 2014.

Santos, L. M. V. V. (2002). A evolução da gestão no futebol brasileiro. 2002. 127 p. Dissertação (Mestrado em Administração) – Pós-Graduação em Administração Pública e Governo da FGV/EAESP – Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2002.

Severino, A. J. (2007). Metodologia do trabalho científico. 23 ed. revista e atualizada. São Paulo: Cortez.

Silva, C. A. T., Teixeira, H. M., & Niyama, J. K. (2009). Evidenciação contábil em entidades desportivas: uma análise dos clubes de futebol brasileiros. In: 9º Congresso USP de Controladoria e Contabilidade. Anais... São Paulo.

Silva, J. A. F., Carvalho, & Frederico, A. A. (2009). Evidenciação e desempenho em organizações desportivas: um estudo empírico sobre clubes de futebol. RCO – Revista de Contabilidade e Organizações – FEARP/USP, v. 3, n. 6, p. 96–116, maio/ago.

Toledo Filho, J. R., & Santos, A. F. (2010). A evidenciação das Demonstrações Contábeis: uma análise das modificações provocadas pela lei 11.638/07 aplicáveis aos clubes de futebol que disputam a série A – 2009. Disponível em: . Acesso em: 2 out. 2014.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review e-ISSN: 2316-932X
Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP, (Brasil). 01504-000