O Aplicativo Tripadvisor e as Reclamações Online Realizadas Pelos Turistas: Uma Visão dos Empreendimentos Gastronômicos em Fortaleza-CE

Ermelinda Lopes da Silva, Eveline Alexandre Paulo, Ewerton Reubens Coelho-Costa, André Riani Costa Perinotto

Resumo


O uso de aplicativos móveis no turismo tem crescido significativamente nos últimos anos, sendo consequência do avanço tecnológico. Os turistas estão bastante exigentes e utilizam cada vez mais a internet como forma de externar as suas frustrações por serviços que não correspondem às suas expectativas, por meio de aplicativos como o TripAdvisor. O objetivo desse estudo é analisar as reclamações postadas por turistas na plataforma TripAdvisor com relação aos serviços prestados pelos principais restaurantes de Fortaleza-CE. Examinou-se qual o perfil das principais reclamações publicadas. Utilizou-se a técnica de observação não participativa, oriunda do método etnográfico, para analisar as reclamações postadas online por turistas a partir do aplicativo TripAdvisor, sobre os dez melhores restaurantes de Fortaleza, durante o ano de 2016. Esse trabalho pretende sugerir ações que possibilitem a diminuição das reclamações no setor gastronômico de Fortaleza, bem como contribuir com os estudos na área do turismo.

 


Palavras-chave


Reclamações online; TripAdvisor; turistas; restaurantes; perfil

Referências


Amaral, F. Tiago, T. Tiago, F. Kavoura, A. (2015). Comentários no TripAdvisor: Do que falam os turistas?. Dos Algarves: A Multidisciplinary e-Journal, 26(2), 47-67. Recuperado em 08 fevereiro, 2017, de http://www.dosalgarves.com/revistas/N262/3rev262.pdf

Anderson, R. E. (1973). Consumer Dissatisfaction: the Effect of Disconfirmed Expectancy on Perceived Product Performance. Journal of Marketing Research, 10, 38-44. Recuperado em 12 novembro, 2016, de https://archive.ama.org/archive/ResourceLibrary/JournalofMarketingResearch(JMR)/documents/5005279.pdf

Barreto, M. (2010). Manual de Iniciação ao Estudo do Turismo. Campinas - São Paulo: Papirus.

Barretto, M. (1991). Planejamento e organização em turismo. Campinas - São Paulo: Papirus.

Battaglia, D., & Borchardt, M. (2010). Análise do processo de recuperação de serviços a partir das reclamações dos clientes: estudo de caso em três organizações. Produção, 20 (3), 455-470. Recuperado em 08 fevereiro, 2017, de http://www.scielo.br/pdf/prod/v20n3/aop_t600020069.pdf

Beni, M. C. (1991). Qualidade do produto e dos serviços: fator decisivo no mercado de Turismo. Turismo em Análise, 2(2), 7-13.

Beni, M. C. (2006). Análise Estrutural do Turismo. São Paulo: Editora SENAC.

Bjerg, Lilian A., Larrea, M., & Pachiana, G. (2012). TIC y su integración de la realidad virtual como herramienta para la educación y el turismo. El caso de la Fortaleza Protectora Argentina (Bahía Blanca, Argentina). 5º Congresso Latino-Americano de Investigação Turística. São Paulo.

Blodgett, J. G., Granbois, D. H., & Walters, R. G. (1993). The effects of perceived justice on complainants negative word-of-mouth behavior and repatronage intentions. Journal of Retailing, 69(4), pp. 399-428.

Brasil. Instituto Brasileiro de Geografia Estatística. Ceará. (2016). Recuperado em 08 fevereiro, 2017, de http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=23 0440&search=ceara|fortaleza>

Bressan, R. T. (2007). Dilemas da rede: Web 2.0, conceitos, tecnologias e modificações. Anagrama, 1(2), 1-13. Recuperado em 08 fevereiro, 2017, de http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/anagrama/article/view/6247/5668

Cardozo, R. N. (1965) An Experimental Study of Customer Effort, Expectation, and Satisfaction. Journal of Marketing Research, 2(3), 244-249. Recuperado em 20 novembro, 2016, de http://www.jstor.org/stable/3150182?seq=1#page_scan_ tab_contents

Coriolano, L. N. M. T., Vasconcelos, F. P. (2012). Turismo, Territórios e Conflitos imobiliários. Fortaleza: EDUECE.

Costa, F. E. R. C. (2009). Mistura do dia: a Gastronomia e a sua contribuição para o Turismo. Revista Eletrônica de turismo Cultural - RETC - ECA/USP, 3(1), 57-74. Recuperado em 08 fevereiro, 2017, de http://www.eca.usp.br/turismocultural/05_Gastronomia_e_turismo_Ewerton.pdf

Day, R. L., & Bodur, M. (1978). Consumer response to dissatisfaction with services and intangibles. Advances in Consumer Research, 5, 263-272. Recuperado em 20 novembro, 2016 de http://acrwebsite.org/volumes/9433/volumes/v05/NA-05

Dias, R. (2008). Introdução ao Turismo. São Paulo: Editora Atlas.

Grechinsk, P. T., & Cardozo, P. F. (2008). A Gastronomia Eslava em Irati como Possibilidade de Atrativo Turístico. PASOS - Revista de Turismo y Patrimonio Cultural, 6 (2), 361-375.

Krippendorf, J. A. (2001). Sociologia do Turismo. Rio de Janeiro: Editora Civilização brasiliense.

Lohmann, G., & Panosso Netto, A. (2008). Teoria do Turismo: Conceitos, modelos e sistemas. São Paulo: Aleph.

Marconi, M. de A., & Lakatos, E. (2007). Técnicas de Pesquisa. São Paulo: Atlas.

Park, S., & Nicolau, J. L. (2015). Asymmetric Effects of Online Consumer Reviews. Annals of Tourism Research, 50(1), 67-83.

Prodanov, C. C., & Freitas, E. C. de (2009). Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Novo Hamburgo: Feevale.

Sasahara, M. do S. A. (2007). Percurso gastronômico pela Fortaleza turística: um estudo sobre o “gosto” do lugar. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil.

Steckler, A., Mcleroy, K. R., Goodman, R. M., Bird, S. T., & Mccormick, L. (1992). Toward Integrating Qualitative and Quantitative Methods: An Introduction. Health Education Quarterly, 19 (1), 1-8.

Trigueiro, K. (2008). Novas tendências do consumidor de turismo na nova economia. Anais III SETUR. Recuperado em 08 fevereiro, 2017, de http://www.setur.ufop.br/artigo01.pdf

You, L., & Sikora, R. (2013). Performance of Online Reputation Mechanisms Under the Influence of Different Types of Biases. Information Systems and e-Business Management, 12(3), 417-442.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review e-ISSN: 2316-932X

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP, (Brasil). 01504-000