Assessorias Esportivas em Áreas Públicas da Cidade do Rio de Janeiro: Perfil Socioeconômico dos Gestores e Oportunidades Empreendedoras

Carlos Henrique de Vasconcellos Ribeiro, Silvio de Cassio Costa Telles, Eduardo Cavalcante, Henrique Estides Delgado

Resumo


A ocupação de espaços públicos por atividades esportivas e exercício físico de forma orientada é uma atividade pouco estudada, sobretudo nos aspectos de intervenção profissional e oportunidade econômica. Essa pesquisa é de natureza exploratória e descritiva e seu objetivo é mapear as assessorias esportivas na área públicas da cidade do Rio de janeiro nos dois eixos principais: a) perfil socioeconômico do gestor da assessoria esportiva; b) oportunidades de negócio contidas nessas assessorias. O tratamento de dados foi a estatística descritiva. O perfil socioeconômico do gestor das assessorias esportivas que atua em áreas públicas da cidade do Rio de Janeiro estudado em nossa pesquisa é homem, com mais de 30 anos e tempo de formação de mais de 10 anos. Estudou majoritariamente em universidade privada. Apenas cerca de um terço realizou curso de pós-graduação. Em relação ao negócio desenvolvido esse dá durante cinco dias da semana, preferencialmente no turno da noite, sendo a corrida a principal atividade física ensinada nesses espaços públicos. Como conclusão, apontamos a necessidade de compreender essa atividade econômica do ponto de vista do empreendimento, da formação profissional, da geração de renda e emprego no esporte em áreas públicas das cidades brasileiras.


Palavras-chave


Assessorias Esportivas; Gestor; Esporte

Referências


Bossle, C.; Fraga, A. O personal trainer na perspectiva do marketing. Rev. Bras. Ciênc. Esporte (Impr.) vol.33 no1 Porto Alegre Mar. 2011. Disponívelem:http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010132892011000100010#nt10. Acesso em: 10 de março 2016.

Conselho Federal de Educação Física. Fiscalização. Disponível em: http://cref1.org.br/todas-noticias.php?acoes#. Acesso em 08 de março de 2017.

Conselho Federal de Educação Física. Resolução 010/2000. Disponível em: http://www.cref1.org.br/resolucoes_010_2000.php. Acesso em 07 de março de 2016.

Chiavenato, I. Empreendedorismo: Dando Asas ao Espírito Empreendedor. São Paulo: Saraiva, 2005.

Dornelas, J. C. A. Empreendedorismo: Transformando Idéias em Negócios. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

Druker, P. Inovação e espírito empreendedor. Editora Pioneira, 1987.

Filion, L. Empreendedorismo: empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. RAUSP – Revista de Administração da Universidade de São Paulo. SP, abril/jun.1999.

Filho, M.; Pedroso, C.; Fatta, G.; Lima, W.; SILVA, T.; ROCHA, V.; Perfil do gestor esportivo brasileiro: uma revisão de literatura. Revista Intercontinental de Gestão Desportiva. Vol.3, supl. 1, p. 44–52 dez 2013.

Flory, H.; Andreassi, T.; Teixeira, M. Políticas Públicas do Empreendedorismo para a População de Baixa Renda: transformando necessidades em oportunidades. Cadernos de Gestão Pública e Cidadania, v. 18, p. 1-15, 2013.

Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis. Perfil Socioeconômico e Cultural dos Estudantes de Graduação das Universidades Federais Brasileiras. Brasília, 2011. Disponível em: http://www.andifes.org.br/relatorio-do-perfil-socioeconomico-e-cultural-dos-estudantes-de-graduacao-das-universidades-federais-brasileiras/. Acesso em: 07 de março 2016.

Freeman, W. Physical Education, Exercise and Sport Science in a Changing Society. Jones & Bartlett Learning, 2013.

Gonçalves, S. Aspectos econômicos das corridas de rua. Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 2012.

Kirzner, I. Discovery and the Capitalist Process, Chicago and London, University of Chicago Press, 1985.

Matos, M.; Rosseto Junior, A.; Blecher, S. Metodologia da Pesquisa em Educação Física. São Paulo: Editora Phorte, 2008.

Mello, P. guia de sobrevivência do empreendedor. São Paulo: M. Books do Brasil. 2006.

Portal do Empreendedor. Brasil comemora a marca de 5 milhões de MEIs. Disponível em: http://www.portaldoempreendedor.gov.br/noticias/noticias-do-portal/brasil-comemora-marca-de-5-milhoes-de-meis. Acesso em: 09 de março 2016.

Ribeiro, C.Pereira, R.; Pontes, V. Moreira, J. Sociologia pública e as praias cariocas: a praia é de todos?. In: Ver Movimento. V 20 n Esp. 2014.

Shane, S. A general theory of entrepreneurship. Cheltenham: Edward Elgar, 2003.

Schumpeter, J. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo econômico (1 ed., 1934). Tradução de Maria Sílvia Possas. Coleção Os Economistas. São Paulo: Nova Cultural, 1997.

Severino, A. Metodologia do trabalho científico. Curitiba: Cortez, 2007.

Silva, M; Sousa, M. O papel das assessorias esportivas no crescimento das corridas de rua no Brasil. In: FIEP Bulletin - Volume 83 - Special Edition - Article I – 2013. Foz do Iguaçu.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review e-ISSN: 2316-932X
Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP, (Brasil). 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.